quarta-feira, 2 de julho de 2008

Aprendendo matemática através da literatura infanto-juvenil


Um jeito novo de aprender
A matemática é sempre encarada pelos educandos como um “bicho de sete cabeças”, como uma matéria sem utilidade, enfim, como uma disciplina criada para causar dor de cabeça nas épocas de provas. Acreditando que tudo é uma questão de abordagem, a educadora Luciani Missio apresentou aos seus educandos das sextas séries uma nova maneira de ensinar, um jeito novo de aprender.
A educadora decidiu propor aos educandos a leitura do livro, do poeta alemão Hans Magnus Enzensberger, O Diabo dos Números. O livro traz a história de Robert, um garoto de onze anos e que usa um pijama azul, que não gosta de Matemática porque não compreende nada nas aulas. Porém, numa noite, ele começa sonhar com um diabinho que se dispõe a iniciá-lo na ciência dos números. Durante doze noites, Robert vai aprender os segredos e os mistérios dos números, numa divertida e instrutiva viagem ao País da Matemática.
Cada uma das três turmas de sexta série da Escola Marista Santa Marta foi dividida em dez grupos, cada grupo foi responsável por apresentar aos colegas uma das noites de Robert. A primeira e a última noite de Robert foram apresentadas em conjunto. O exercício movimentou os educandos, já que a criatividade nas apresentações foi impressionante. Os educandos criaram teatros, produziram cartazes e ainda utilizaram fantoches para melhor apresentar os sonhos do menino do pijama azul.
Luciani Missio acredita que a leitura desse livro traz importantes benefícios aos educandos, porque “o livro apresenta de uma maneira lúdica conceitos matemáticos essenciais a todas as pessoas. O Diabo dos números aparece nos sonhos do menino e vai ensinando e despertando o gosto pela matemática”. É interessante mencionar que o Diabo dos Números não é o vilão da história, ele apenas mostra ao menino uma nova maneira de ver a matemática.





http://www.maristas.org.br/portal/externo.asp?urlEx=/colegios/site.asp?cod=28

3 comentários:

david santos disse...

Olá!
Muito interessante a ideia. Como o livro prova, a matemática também é uma fonte de iamginação. Ou melhor; se a nossa imaginação for posta a funcionar, a matemática está no seu verdadeiro terreno.
Parabéns.
Abraços.

Vanessa dos Santos Nogueira disse...

Eu assisti algumas apresentação e foi ótimo!!!
Os alunos realmente estudaram e se preparam para apresentar...sem falar que se divertiram muito!!!!

Abraços!!!
Parabéns!!!

ROVANA disse...

ACHEI LEGAL APRENDER MATEMÁTICA ATRAVÉS DE UMA COISA DIFERENTE NÃO SO´COISAS CHATAS.